segunda-feira, 4 de março de 2013

Servidoras de posto de saúde em S. J. de Ribamar fornecem luvas para população atender ferido

    Usada apenas para transporte rápido, uma ambulância da unidade de saúde do Panaquatira da Prefeitura de São José de Ribamar por pouco não é apedrejada pela população. A confusão teve início após o acidente entre um motociclista e uma vaca, ambas transitando na avenida que dá acesso à praia.


    O choque entre o veículo e o animal provocou a queda do motociclista, projetado no solo a alguns metros à frente. O condutor foi transferido, por volta do meio-dia, para uma sombra à margem da via por populares que presenciaram o acidente, há poucos metros de distância do posto de saúde.
    Atendendo a chamados de várias pessoas, duas funcionárias do posto vestidas com jaleco e estetoscópio em volta do pescoço acompanharam o veículo. No local se limitaram apenas a olhar o acidentado que se contorcia, apresentando visíveis escoriações e fratura no braço direito.
    Durante mais de 30 minutos a ambulância permaneceu estacionada no lado esquerdo da pista. Indignados com a falta de sensibilidade das auxiliares de enfermagem que prestam serviço no posto de saúde, moradores exigiam que a vítima do acidente fosse transportada para um hospital.
    O motorista da ambulância explicava para a população que o veículo não contava com maca e equipamento para transporte de feridos. Em meio a sorrisos e gélido distanciamento as funcionárias da unidade de saúde se limitaram a fornecer luvas para que um popular desse os primeiros atendimentos à vítima estendida no chão de terra.
    Meia hora após o acidente o SAMU finalmente chegou ao local para transportar a vítima. Depois de deixar o local a ambulância retornou à porta da unidade de saúde compondo um quadro do material de propaganda da prefeitura de São José de Ribamar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário